1LINK FACEBOOK   1 LINK INSTAGRAM  
  (31) 3074-3000 |  novoagro@inaes.org.br

0
0
0
s2sdefault

 Agroup Montes Claros 3

Com o objetivo de fazer um levantamento dos problemas dos produtores rurais de Montes Claros e Região, o projeto AgroUP, do Sistema FAEMG, promoveu, através do Sindicato Rural do município, um workshop com os produtores da cadeia do leite.

O encontro reuniu produtores de pequeno, médico e grande porte, que puderam pensar, por meio de dinâmicas, os problemas e as dificuldades que existem, desde a compra de insumos, até a venda do produto. Os obstáculos foram classificados pelos participantes, que apresentaram desde dificuldades com a mão de obra qualificada, até o escoamento da produção.

Para um dos produtores presentes, Otaviano Souza Pires, é preciso lembrar que ideias precisam ser debatidas e selecionadas para, assim, encontrar um denominador comum, que beneficie a todos. "Qualquer momento em que os produtores podem estar juntos para levantar os problemas e pensar soluções é muito válido. Temos problemas muito diversos, mas assim que a gente conversa a possibilidade de solução fica mais fácil", afirma.

Na propriedade de Otaviano, são produzidos entre 800 e 1000 litros de leite, mas ele afirma que enfrenta as mesmas dificuldades do que produz 200, por exemplo. "O que precisamos é união e aproximação da classe", reforça.

O Workshop foi conduzido por Gisele Ramos – Coordenadora do Escritório de Inovação e Amanda Pessoa – Coordenadora de Comunidades Estaduais, do projeto de de Inovação RIAP/Novo Agro 4.0/INAES. De acordo com Giselle, a reunião com os produtores de Montes Claros foi bastante produtiva. "O produtor começa tímido no processo de falar sobre o próprio problema, mas a conversa rende e as dificuldades vão se desmembrando em problemas menores", diz. "Aqui houve muita interação, foi uma oportunidade para o produtor rural falar sobre boas práticas e os desafios, nosso principal objetivo", diz.

Para o presidente do Sindicato Rural de Montes Claros, José Avelino Pereira Neto, esta é mais uma iniciativa do Sistema FAEMG que irá beneficiar o produtor norte-mineiro. "Nossa cidade recebeu, neste ano, o programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), que oferece acompanhamento técnico durante dois anos ao produtor rural - desde o início do processo produtivo até o objetivo final, que é a venda. Estes programas são importantes para que tenhamos propriedades eficientes, sustentáveis e que gerem lucro para o produtor rural", afirma.

Durante o encontro, os participantes apresentaram problemas como a falta de segurança no campo, estradas e mão de obra qualificada. Nesta quarta-feira (1/8), o AgroUP estará em Pirapora, para conversar com produtores da cadeia do Café.

Sobre o AgroUp

O AgroUP é um projeto piloto executado pelo Sistema FAEMG/SENAR e Instituto Antônio Ernersto de Salvo (INAES) e o apoio da Softex. Produtores rurais de seis regiões mineiras - Uberaba, Juiz de Fora, Viçosa, Lavras, Governador Valadares e Montes Claros - integrarão uma rede nacional de tecnologia e inovação nas cadeias do café e do leite.

Além de Minas Gerais, a Bahia, o Mato Grosso do Sul, o Rio Grande do Sul e Rondônia foram escolhidos para o projeto piloto. Diversos parceiros estarão conectados para contribuir ativamente com a transformação tecnológica do campo, por meio da identificação das reais necessidades dos produtores rurais.

CONTATO

Avenida do Contorno, 1.771
Floresta, Belo Horizonte, 30.110-005

  (31) 3074-3000

  (31) 3074-3030

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

  

1LINK FACEBOOK   1 LINK INSTAGRAM  
back topT2