1LINK FACEBOOK   1 LINK INSTAGRAM  
  (31) 3074-3000 |  novoagro@inaes.org.br

0
0
0
s2sdefault

 

Acompanhando as rápidas mudanças globais, o agronegócio investe cada vez mais em tecnologia e inovação para garantir a produção sustentável de alimentos a uma população que não para de crescer. Drones para controle da lavoura, monitoramento por satélite, inteligência artificial e a Internet das Coisas (IOT) já são realidade. E não apenas nas grandes propriedades. Pequenos e médios produtores já aliam soluções tecnológicas ao trabalho diário no campo. O Instituto Antonio Ernesto de Salvo (INAES) monitora oportunidades, mapeia desafios, articula parcerias e executa projetos que impulsionam a competitividade do agronegócio.

Novo Agro 4.0 – Programa que visa a implementação e fortalecimento de uma rede nacional de tecnologia e inovação para o agronegócio. O objetivo é identificar soluções para os principais desafios dos produtores rurais.

Levantamento de problemas

343 desafios enfrentados pelos produtores rurais mineiros foram mapeados pela equipe do INAES em dois meses, após percorrer quase cinco mil quilômetros.

Principais ações:

  • Hackathons Agro Up (maratonas de inovação)

Foram duas maratonas de inovação, com mais de 100 competidores: em Santa Rita do Sapucaí, o foco foi a cadeia de leite; e, em Belo Horizonte, voltada à cafeicultura. Equipes de estudantes e profissionais tiveram 48 horas para desenvolver soluções inovadoras aos desafios apresentados.

  • 1º Encontro do Ecossistema de Inovação no agronegócio de Minas Gerais

Reuniu mais de 20 entidades, entre governo, instituições privadas e de ensino e startups, debatendo os GAPs e criando oportunidades de parcerias.

  • Agrotalks Agro Up: Inteligência Artificial (primeira edição do Agrotalk)

Rodadas de apresentações e debates sobre como os principais avanços tecnológicos podem revolucionar o agronegócio brasileiro.

Outras ações:

  • Sustentabilidade socioambiental (Zoneamento ambiental e produtivo das bacias hidrográficas do Rio Piracicaba e sub-bacia do rio Suaçuí Pequeno com apresentação de plano de recuperação da sub-bacia).
  • Incentivo à produção sustentável de carvão vegetal de florestas plantadas – PNUD (Instalação de unidade demonstrativa de produção sustentável de carvão vegetal em São João del-Rei).
  • Certificação de Produtos como banana, limão e manga do Projeto Jaíba (Consultoria para adequação de processos e pré-auditoria para certificação na Região do Jaíba/MG).
  • Soja Plus (Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira).

Clique abaixo e veja o vídeo institucional do projeto Novo Agro 4.0:

 video institucional novo agro 4.0

0
0
0
s2sdefault

O Sistema FAEMG, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, realizou uma rodada de negócios focada nas soluções tecnológicas. Participaram 20 startups e dez grandes empresas do setor, como a Café Três Corações, Minasul e Syngenta, entre outras. O encontro foi realizado no espaço Inteligência de Mercado, no terceiro dia da Semana Internacional do Café 2019.

Segundo a superintendente do INAES/FAEMG, Silvana Novaes, várias startups saíram do encontro com agendamento de novas reuniões e de Provas de Conceito (POCs) junto às empresas.

0
0
0
s2sdefault

O grupo, formado por estudantes do Instituto Federal Sul de Minas - Campus Muzambinho, venceu outras oito equipes no desafio de inovação tecnológica em 48 horas, promovido pelo Sistema FAEMG durante a SIC. Luís Felipe Alves, Natanael Fabrício Batista, Rafael Marques Ribeiro e Rene Staut Neto desenvolveram um aplicativo de gestão da cafeicultura baseado no envio de mensagens de áudio.

A equipe foi premiada em R$ 5 mil e receberá um ano de mentorias para desenvolver a ideia e transformá-la em negócio.

“A Redditus/Giga identificou que os produtores têm dificuldades em utilizar as tecnologias de gestão financeira já existentes no mercado, porque a interface, geralmente, é pouco amigável. Realizaram pesquisa com cafeicultores durante a SIC, e descobriram que 100% dos entrevistados utilizam diariamente o Whatsapp. A grande sacada foi desenvolver uma ferramenta com interface similar ao Whatsapp, em que o produtor envia mensagens de áudio, que são transformadas em dados para compor um relatório mensal de inteligência que auxiliará o produtor a superar seus gargalos”, explica a coordenadora do escritório de inovação do projeto AgroUp, em Minas Gerais, Gisele Ramos.

Hackathon AgroUp

“Essa maratona é uma grande oportunidade para fomentarmos o ambiente de inovação no estado e, ao mesmo tempo, apoiar o surgimento de novas tecnologias e soluções para problemas reais enfrentados pelos setores produtivos do agronegócio, visando maior competitividade, sustentabilidade e eficiência”, destaca a superintendente do Instituto Antonio Ernesto de Salvo (Inaes), Silvana Novais.

O Hackathon AgroUp foi promovido pelo Sistema FAEMG – Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais, por meio do INAES, em parceria com o Sistema CNA, Senar Nacional, AgroUp, Sebrae, Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Três Pontas (Cocatrel) e a InovaHub.

0
0
0
s2sdefault

Kamilla Bitarães, de Viçosa


Na noite da última quarta-feira (13), o Sistema FAEMG/SENAR Minas marcou presença no 1º Meetup promovido pelo programa TecnoPARQ Acelera, em Viçosa. O encontro foi realizado com o objetivo de trocar conhecimentos e debater questões sobre as tendências dos setores agrícola e florestal.

O Sistema foi representado por Marcos Reis, gerente regional do Senar Minas em Viçosa, Flávio Amaral, analista da Coordenadoria de Inovação e Conhecimento e Henrique Frederico, supervisor do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG). Em um bate-papo descontraído, eles falaram um pouco mais da atuação do Sistema e dos desafios e tendências do agronegócio, da cafeicultura e do setor florestal.

Em sua fala, Marcos ressaltou o aumento da população mundial e da demanda por alimento. “A população cresce a cada ano e há uma necessidade cada vez maior de aumentar a produtividade de solos e sementes para satisfazermos as crescentes necessidades humanas por alimento. O papel da inovação passa a ser essencial para garantir que as próximas gerações possam ser alimentadas com qualidade e sustentabilidade.”, avaliou.

Flávio contou aos presentes o conjunto de iniciativas do Sistema para aproximar e fomentar o ecossistema de inovação reunido nas startups e universidades, visando a geração de tecnologias aplicadas que promovam o desenvolvimento do agronegócio.

“Nossa proposta é facilitar o acesso dos produtores rurais às novas tecnologias e à inovação. Através de um primeiro contato da Coordenadoria de Inovação e Conhecimento do Senar Minas com o programa TecnoParq Acelera, foi possível gerar essa oportunidade de contato dos estudantes com o mercado. Sabemos que muitos produtores querem e precisam se modernizar para se manterem vivos e competitivos no mercado. Esse é o nosso desafio: estreitar a relação entre produtor e empresas de base tecnológica”, salientou.

Henrique destacou a iniciativa inédita do ATeG em Minas Gerais. “A sustentabilidade vem ganhando importância e força no mundo. Para conquistá-la, precisamos de tecnologia e gestão, e o SENAR Minas vem investindo nisso. O produtor rural tem conhecimento para produzir, mas, muita vezes, não sabe gerir o próprio negócio. Por isso, estamos promovendo captações na área de gestão para orientar o homem do campo e fazer com que ele enxergue a sua empresa rural”, explicou.

Além da presença dos integrantes do Sistema FAEMG, o evento contou com a mini-palestra “Como tirar sua ideia do papel”, e apresentações de alguns cases de sucesso ligados à tecnologia e inovação nos setores agrícolas e florestal.

Hackathon

Durante o Meetup, também foi apresentado o evento Hack’n’Forest, uma competição (hackathon) cujo propósito será desenvolver ideias e soluções tecnológicas para as cadeias produtivas dos setores agrícola e florestal. Marcos Reis Henrique Frederico e Flávio Amaral estiveram presentes na competição, realizada nos dias 15, 16 e 17 de novembro, no Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa (CenTev-UFV).

CONTATO

Avenida do Contorno, 1.771
Floresta, Belo Horizonte, 30.110-005

  (31) 3074-3000

  (31) 3074-3030

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

  

1LINK FACEBOOK   1 LINK INSTAGRAM  
back topT2